Descrição - Projeto Capacitar para Salvar

O projeto de intervenção nas escolas “Capacitar para Salvar”, com início em 2013, continua no seu oitavo ano de existência a ser suportado por workshops de sessões de educação para a saúde sobre Suporte Básico de Vida e a desenvolver-se em torno da divulgação do Curso de Licenciatura em Enfermagem da Escola de Enfermagem de Lisboa do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa.

O Projeto Capacitar para Salvar justifica-se, uma vez que a principal causa de morte em Portugal são as doenças cardiovasculares e a capacidade de atuação com qualidade, aumenta a probabilidade de sobrevida da vítima.

Segundo o Plano Nacional de Saúde, revisão e extensão a 2020, a promoção e proteção da saúde enfatiza a importância de obter ganhos em saúde de forma individual ou coletiva através de objetivos comuns que se demonstrem determinantes em saúde, a integração de esforços sustentados de todos os setores da sociedade e da utilização de estratégias assentes na cidadania, na equidade e acesso, na qualidade e nas políticas saudáveis, potenciando ganhos em saúde (Direção-Geral da Saúde; Ministério da Saúde, 2015).

Tendo por base a missão da Universidade Católica Portuguesa “produzir e partilhar conhecimento crítico, inovador e socialmente relevante, ao serviço do desenvolvimento integral da pessoa e do bem comum” (Universidade Católica Portuguesa, 2016) e considerando que o Ser Humano é conceptualizado como pessoa que se concretiza num projeto de saúde, cuidando de si, dos outros, das coisas e do mundo que o rodeia, sustentamos o projeto de formação em Suporte Básico de Vida nas escolas básicas e secundárias e no âmbito comunitário, em articulação com outras Instituições. As doenças do aparelho circulatório representa uma proporção de 29% das causas de morte mais frequentes no total de óbitos em Portugal entre 2017 e 2018 (Instituto Nacional de Estatística, 2020). A capacidade de atuação, com qualidade, aumenta a probabilidade de sobrevida da vítima e diminui as comobilidades associadas ao evento (Serviço Nacional de Saúde, 2020), o que justifica a continuidade deste projeto, iniciado em 2012.

No âmbito das atividades de extensão à comunidade, assumimos que este projeto se constitui como uma prestação de serviços à comunidade, integrado no Centro de Enfermagem da Universidade Católica Portuguesa pelo que a formação realizada não é certificada.

O Centro de Enfermagem da Católica (Lisboa) é uma estrutura que agrega os projetos de extensão comunitária e promove as atividades de serviços de enfermagem. A prestação de serviços de Enfermagem inclui a prestação de cuidados, mas também a ação formativa e de assessoria científica e técnica no âmbito dos Projetos de extensão Comunitária.


Bibliografia

Direção-Geral da Saúde; Ministério da Saúde. (Maio de 2015). Serviço Nacional de Saúde. Obtido de http://pns.dgs.pt/files/2015/06/Plano-Nacional-de-Saude-Revisao-e-Extensao-a-2020.pdf.pdf 

Instituto Nacional de Estatística. (14 de Maio de 2020). Óbitos (N.º) por Causa de morte (Lista sucinta europeia) e Mês (óbito); Anual. Obtido de https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_indicadores&indOcorrCod=0010082&contexto=bd&selTab=tab2

Serviço Nacional de Saúde. (02 de março de 2020). Suporte Básico de Vida. Obtido de https://www.sns.gov.pt/noticias/2020/03/02/suporte-basico-de-vida-10/

Universidade Católica Portuguesa. (25 de Novembro de 2016). Missão, Visão e Estratégia. Obtido de https://www.ucp.pt/pt-pt/catolica/institucional/apresentacao/missao-visao-e-estrategia