Caio Oshiro

Escola das Artes do Aletenjo Litoral
Pós-Graduação em Neurociências da Música

Ingressei na Pós-Graduação em Neurociências da música em setembro de 2021. Integrar campos tão distantes do meio académico como a neurociência e a música pode ser uma tarefa difícil para quem passou a vida a especializar-se em apenas uma destas áreas. Entre os interessados que decidiram aventurar-se na primeira geração de alunos deste curso, encontrava-se uma miscelânea de profissionais e académicos das áreas da saúde, da música ou da pedagogia. Tal diversidade de perspectivas tão distantes permitiu a este grupo despertar discussões, levantar hipóteses, questionar paradigmas - os quais muitas vezes nunca consegui pôr em causa com os meus pares da área da música.

Quando iniciei o curso,  fiquei inseguro sobre a capacidade que teria para estudar uma área tão distante da minha formação. Contudo, o corpo docente sempre receptivo e acolhedor pôde clarificar mesmo os assuntos mais complexos, criando uma ponte ideal para esta classe heterogénea. Além do mais, tivemos a oportunidade de absover e discutir com académicos que estão na linha de frente da neurociência e música em Portugal. 

Como artista e pedagogo, a experiência de ter realizado esta pós-graduação permitiu-me ter ferramentas para perceber e pesquisar os fatores fundamentais da compreensão musical, assim como ter um respeito ainda maior pelo poder transformador da música.

Margarida Rodrigues

Terapeuta Ocupacional
Unidade de Cuidados Continuados Bento XVI (Fátima)
Pós-Graduação em Neurociências da Música

Desde sempre que a música faz parte da minha vida, por isso sempre a encarei como uma ferramenta a utilizar na minha prática profissional, especialmente agora que trabalho na área das demências. Foi com base neste desejo que surgiu a vontade e a oportunidade de ingressar na Pós-graduação em Neurociências da Música.

Considero que a participação nesta pós-graduação foi uma mais-valia para a minha formação, na medida em que me transmitiu as bases teóricas para que possa desenvolver e implementar uma resposta terapêutica diferenciada, alicerçada em evidências científicas atuais, em benefício de uma intervenção mais holística e centrada no utente, através da implementação de um programa de intervenção musical no meu local de trabalho, sob a forma de um projeto de investigação. Sem esquecer a disponibilidade e incentivo do corpo docente, que me fizeram desafiar a mim mesma a participar no Angelini University Award!

Paula Pinto

Fisioterapeuta
Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central
Pós-Graduação em Neurociências da Música

Estou muito grata por ter feito esta Pós-graduação em Neurociências da Música. 

É um tema com caráter inovador, essencial para uma maior inclusão das Artes na Saúde e na Educação. 

Os coordenadores desta pós-graduação acompanham e são um importante estímulo de  motivação para os alunos. 

Os professores convidados  trazem o seu conhecimento e excelência na área da Ciência e Investigação da Música como parte importante e essencial do Ser humano.

É uma oportunidade única de conhecer e  trocar experiências com colegas vindos de tantas áreas diferentes de conhecimento, músicos, médicos, professores, psicólogos, cantores, terapeutas ocupacionais, compositores, fisioterapeutas, …

Abre a possibilidade de trabalhar novas áreas de investigação, e usar a música  na minha intervenção, com base na evidência científica,  e assim contribuir para uma sociedade mais saudável e mais construtiva em que a música tenha um papel primordial.

Aconselho vivamente a inscrição na Pós Graduação em Neurociências da Música!

Contacts

ICS Cursos

Hélio Tavares

E-mail:  saude.sede@ucp.pt
Tel: (+351) 21 721 41 47