As aulas teórico-práticas versam temas concretos, transmitindo matéria de interesse nuclear para o módulo respetivo, associado a discussão de casos clínicos e leituras complementares.

A componente prática da Pós-Graduação implica a realização de um estágio observacional, o que permite a exposição e análise a casos clínicos e à organização e funcionamento de uma Unidade de Dor.  

A admissão à avaliação de cada unidade curricular só será permitida aos discentes que frequentem presencialmente 2/3 das respetivas aulas.

A avaliação realiza-se através de:

  • 3 testes de escolha múltipla (um para cada uma das três unidades curriculares);
  • Trabalho final (sobre um tema acordado entre o discente e a Coordenação, entregue em formato de artigo científico + apresentação e discussão oral do mesmo em formato poster, no final da Pós-Graduação);

A classificação final da Pós-Graduação resulta dos seguintes critérios:

  • 70% - corresponde à média ponderada das classificações dos testes das três unidades curriculares, considerando o número de ECTS de cada uma;
  • 30% corresponde à classificação do trabalho final.

Para quem optar pela alternativa da realização da Pós-Graduação sem avaliação, aplica-se a mesma regra de assiduidade para a obtenção do Certificado de Frequência da Pós-Graduação, sendo assim necessária a presença em 2/3 das aulas de cada unidade curricular.

Contacts

Cursos ICS

Zita Bento


E-mail:  saude.sede@ucp.pt
Tel: (+351) 21 721 41 47