História

O Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa, que constitui uma unidade de ensino e de investigação nos termos do artigo 17º dos estatutos da UCP, foi criado em 20 de Janeiro de 2004 com a finalidade de coordenar as áreas do Saber que incorporam as questões da Biomedicina e da Saúde.

Este Instituto constitui um dos sectores de desenvolvimento estratégico da UCP para os próximos anos e está organizado em torno de três vectores fundamentais: o Ensino, a Investigação Científica e a Prestação de Serviços.

A interacção destes três vectores é indispensável para o desenvolvimento de uma cultura própria da UCP ao nível das questões da saúde em Portugal. Desta forma, a UCP pretende ser um parceiro ativo e interveniente no complexo mundo do saber e da prática das questões biomédicas, apontando como alvo prioritário a defesa dos valores humanos enquadrados no mais avançado conhecimento científico.

No âmbito do ICS, foi criada em 2006, a Escola Superior Politécnica de Saúde da UCP que integrou a Escola Superior de Enfermagem da Imaculada Conceição, no Porto (Outubro de 2006) e a Escola Superior de Enfermagem de São Vicente de Paulo, em Lisboa (Novembro de 2006), assim como o Curso de Enfermagem já em funcionamento na Escola Superior de Biotecnologia, no Porto.

Em 2015, a Escola Superior Politécnica de Saúde da UCP passou a designar-se Escola de Enfermagem da Católica, tendo duas Unidades de Ensino de Enfermagem, uma em Lisboa e outra no Porto.