Aula Aberta - Saber mais sobre a "Doença dos Legionários"

Thursday, February 28, 2019 - 16:00

Universidade Catolica Portuguesa

LisboaLisboa1600
Portugal
Show map

28 de fevereiro | 16:00-18:00 | Anfiteatro 1

Esta aula aberta insere-se no âmbito da Licenciatura e Mestrado em Enfermagem.

Entrada livre, mediante inscrição 
Formulário de Inscrição

Doença dos Legionários
I. Microbiologia, Clínica e Epidemiologia
II. Surtos em Portugal - o que aprendemos

Oradora: Profª Doutora Maria Teresa Marques

  • Consultora da Direção Geral da Saúde para a Doença dos Legionários e Coordenadora do Programa de Vigilância Epidemiológica desta doença até 2017
  • Representante de Portugal para a área da Micobiologia, no Programa de Vigilância Europeu do ECDC (ELDESNet) até 2017


Enquadramento:

Em 1976, verificou-se uma epidemia de pneumonia grave durante a 58ª Convenção da Legião Americana em Fildélfia, por um agente desconhecido que, mais tarde foi caracterizado como uma bactéria – Legionella pneumophila.

Ao longo dos anos, devido às características da bactéria em causa e à sua ecologia, a Doença dos Legionários, como passou a designar-se a pneumonia por ela provocada, tem vindo a ser estudada e tornou-se uma preocupação em Saúde Pública.

O facto de, desde 1986, existir uma rede de Vigilância Epidemiológica da Doença dos Legionários na Europa, coordenada pelo ECDC desde 2010, demonstra a sua importância, apesar de ainda continuar a ser uma doença subdiagnosticada e subnotificada.

Em Portugal, nos últimos quatro anos, registaram-se dois surtos epidémicos importantes, tendo sido considerado um deles, à época, o segundo maior a nível mundial.

Do desenvolvimento destes surtos, da articulação entre as várias instituições intervenientes na “task force” criada para o efeito e da prontidão de intervenções conjuntas que muito contribuíram para o controlo rápido dos mesmos, é importante retirar algumas lições, divulgar o que se aprendeu e quais as medidas a tomar, no futuro, para a prevenção desta doença.